NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Através de um acordo de quatro milhões de euros com uma empresa australiana, a Bondalti vai construir uma fábrica em Estarreja, ao longo do segundo semestre de 2022, que visa a purificação de lítio.

A Bondalti vai começar a investir no lítio já em 2022, após ter estabelecido um acordo de 18 meses com a empresa australiana Reed Advanced Materials, no valor de quatro milhões de euros, para “purificar” lítio, avança o Jornal de Negócios (acesso pago).

 

O objetivo da parceria é construir uma unidade piloto em Estarreja, no distrito de Aveiro, onde está localizada a maior empresa de químicos do país, num projeto que faz parte das Agendas Mobilizadoras do Plano de Recuperação e Resiliência. A fábrica será construída “durante o segundo semestre de 2022” e estará pronta a operar “no início de 2023”, apontou ao mesmo jornal o administrador executivo da antiga CUF, Luís Delgado.

 

A futura instalação industrial deverá vir a produzir 25 mil toneladas por ano, repartidas entre hidróxido e carbonato de lítio. Além disso, o investimento implicará o recrutamento de alguns trabalhadores. Segundo Luís Delgado, estão já a ser contratadas pessoas para as várias etapas — projeto e operação — dos ensaios-piloto, prevendo-se que envolva uma “equipa de cerca de dez pessoas”.

Partilhar