NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Operadores turísticos sublinham que o nível de cancelamentos atingiu, em junho, "os valores mais altos dos últimos 12 meses".

As imposições de quarentena a viajantes da Alemanha e do Reino Unido estão a ser recebidas com preocupação pelos operadores turísticos, segundo noticia o Jornal de Notícias (link indisponível). A Associação de Alojamento Local em Portugal, as restrições colocadas em Portugal geraram “uma nova vaga de cancelamentos nunca antes vista”.

 

Nas últimas semanas foram feitos 50 mil cancelamentos. Os operadores sublinham que o nível de cancelamentos atingiu, em junho, “os valores mais altos dos últimos 12 meses”. Pedem, por isso, um regresso aos apoios para fazer face à situação. “Se não houver um novo balão de oxigénio de imediato e com fundo perdido, o setor não vai resistir”, alerta a Associação de Alojamento Local em Portugal.

 

Já a Associação de Agências de Viagens Independentes lamenta a “confusão e incerteza” sobre as regras. “É mais uma machadada nas expectativas que os empresários tinham para este verão, já de si comprometidas com as restrições britânicas e portuguesas às pessoas que circulam entre estes dois países”, acrescenta o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve, Elidérico Viegas.

Partilhar