NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Turismo de Portugal vai abrir 13 centros EUSOUDIGITAL, que visam “promover a capacitação digital dos portugueses e em particular do setor turístico”, o primeiro dos quais foi inaugurado esta sexta-feira, 30 de julho, na Escola de Turismo de Lamego, na presença da secretária de Estado do Turismo, Rita Marques, informou o Gabinete do Ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, em comunicado.

De acordo com a informação divulgada, estes centros vão nascer ao abrigo de uma parceria oficializada esta sexta-feira e que, além do Turismo de Portugal, conta com a participação do Programa EUSOUDIGITAL e da Estrutura de Missão Portugal Digital, ao abrigo da qual está previsto que 12 destes espaços fiquem localizados nas escolas da rede do Turismo de Portugal e outro na sede do instituto, em Lisboa.

 

“Especialmente focados na capacitação digital do setor do turismo, mas disponíveis para acolher toda comunidade, estes Centros funcionarão com recurso a uma Bolsa de Mentores constituída por alunos das Escolas e colaboradores do Turismo de Portugal”, explica o comunicado do Ministério da Economia, revelando que a parceria prevê também a criação de “novos Centros em Cafés históricos e Restaurantes das regiões onde estão localizados estes 13 espaços, promovendo a proximidade das comunidades locais”.

 

Recorde-se que o Programa EUSOUDIGITAL é uma medida do Plano de Ação para a Transição Digital e tem como objetivo  promover a literacia digital de um milhão de adultos em Portugal, até ao final de 2023, através do desenvolvimento de uma rede de mais de 30.000 voluntários apoiados em mais de 1.500 espaços a nível nacional.

 

“Destina-se a todos os portugueses que nunca usaram a internet que pretendam adquirir competências digitais básicas, essenciais ao dia-dia, permitindo uma melhor adaptação às novas realidades de emprego que dependam do acesso à internet, combater o isolamento através de ferramentas digitais de comunicação, assim como os aspetos essenciais da utilização da internet em segurança”, lê.se no comunicado.

 

De acordo com o Ministério, qualquer adulto pode inscrever-se como aluno e “agendar a sua sessão de capacitação digital, onde irá aprender a pesquisar e navegar na internet, criar uma identidade digital, uma conta pessoal numa rede social ou usar o correio eletrónico, de forma simples e gratuita”.

 

“O Turismo de Portugal pretende, assim, reforçar o seu contributo para um país mais inclusivo, aberto e ligado ao mundo, o que passa, inevitavelmente, pela literacia digital e consequente transformação digital do tecido económico das empresas do turismo”, conclui a informação divulgada.

Partilhar