NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As exportações portuguesas de bens aumentaram 15,7% em novembro de 2021 face a 2019. Siza considera que as portuguesas têm enfrentado “da melhor maneira” as dificuldades da conjuntura internacional.

As exportações de bens cresceram 5,2% até novembro face a 2019. O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, destaca que os resultados do INE, referentes às estatísticas do comércio internacional, são “impressionantes”.

 

Segundo os dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), as exportações portuguesas de bens aumentaram 15,7% e as importações subiram 32,3% em novembro de 2021 face ao mesmo mês de 2020. Relativamente a novembro de 2019, período pré-pandémico, as exportações cresceram 15,1% e as importações 17,0%.

 

Siza Viera esclarece que “comparando o período de janeiro a novembro de 2021 com o mês período no ano de 2019, as exportações portuguesas cresceram 5,2%, batendo por isso mais um recorde na penetração das nossas exportações de mercadorias nos mercados internacionais“, destaca o ministro da Economia, através de um vídeo no Twitter.

 

O ministro da Economia realça que estes números acompanham os dados divulgados no volume de negócios na indústria que cresceu mais de 6,6%. “São resultados impressionantes compatíveis também com grande crescimento do emprego, mas também o crescimento muito significativo do crescimento empresarial”, refere.

 

“Estes dados demonstram que as empresas portuguesas, numa conjuntura internacional que tem tido algumas dificuldades, têm sido capazes de conquistar quota de mercado e enfrentar da melhor maneira as dificuldades de abastecimento de matérias-primas ou de componentes críticas. São bons resultados para a recuperação da economia portuguesa, conclui o ministro da Economia.

Partilhar