NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Sob a égide do Ministério da Indústria  e Comércio de Marrocos, acaba de ser assinado um protocolo que inclui o Ministério da Saúde e Proteção Social, a AMGS - Associação Marroquina de Grupos de Saúde e o Cluster da Saúde, visando o desenvolvimento da industrialização e sourcing local de dispositivos médicos e de produtos de saúde.

O cluster da saúde conta com mais de 40 membros e promove a interacção entre departamentos ministeriais, industriais, universidades, assim como com especialistas da área da saúde.

 

O Ministro da Indústria e Comércio, Ryad Mezzour, no ato da assinatura do referido protocolo, de acordo com o jornal LAVIEéco.ma destacou a importância da capitalização da indústria de Marrocos e sua resiliência, inovação e agilidade, assim como a capacidade do país em fabricar produtos e equipamentos de acordo com as normas internacionais, em tempo recorde e a preços imbatíveis, claramente demonstradas durante a crise sanitária. Destacou igualmente o papel agregador e facilitador do seu ministério no contacto com fabricantes locais e demais partes interessadas, para além de incluir nos programas de apoio ao investimento, medidas específicas destinadas àsempresas industriais com capacidade para satisfazer as necessidades nacionais e internacionais neste domínio, assim como das empresas portadoras de projectos inovadores em matéria de protecção da propriedade intelectual,.

 

Por sua vez, o Ministro da Saúde e Proteção Social, Khalid Ait Taleb, referiu que, no quadro da estratégia para a Industria Farmacêutica, considera a industrialização de Marrocos no domínio dos medicamentos e produtos de saúde, com particular destaque para os dispositivos médicos, uma prioridade nacional, aludindo, ainda,  ao papel central do seu ministério ao colocar à disposição dos estabelecimentos industriais locais toda a experiência institucional, o potencial humano e a técnica qualificada para o respetivo acompanhamento.

 

Quanto à AMGS, o seu Presidente, Mohamed Elmandjra, referiu que será posto à disposição do cluster da saúde e dos portadores de projectos inovadores as infraestruturas necessárias para a realização das análises e de ensaios de dispositivos médicos inovadores, bem como dinamizará um plano anual de compras locais.

 

O cluster da saúde terá o papel, de entre outros, de acompanhamento dos portadores de projetos capazes de responder às necessidades locais.

 

De referir que o setor da saúde, em geral, e o dos dispositivos médicos, em particular, poderão constituir oportunidades de negócio interessantes para as empresas portuguesas.

Partilhar