NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As Galerias Saldanha Residence, em Lisboa, têm um novo dono: um fundo imobiliário do Santander vendeu o imóvel a um fundo imobiliário do BPI por 27 milhões de euros.

As Galerias Saldanha Residence, em Lisboa, têm um novo dono. O imóvel foi adquirido por 27 milhões de euros pelo BPI Imofomento, um fundo de investimento imobiliário aberto gerido pela BPI Gestão de Ativos. Pertenciam ao Novimovest, fundo de investimento fechado gerido pela Santander Asset Management.

 

As Galerias Saldanha Residence abriram portas em 1999, há mais de duas décadas, e estão localizadas numa importante zona de escritórios e negócios da capital, recebendo 2,5 milhões de visitas por ano.

 

“Nas suas imediações encontramos os escritórios de diversas empresas nacionais e multinacionais de referência, como a KPMG, PLMJ, Altice e BPI entre outras, cujos colaboradores contribuem para os cerca de 2,5 milhões de visitantes que frequentam a galeria anualmente”, adianta a agência imobiliária Worx, que assessorou a operação do lado do vendedor. O imóvel tem uma área bruta alocável de 6.900 metros quadrados e 40 lojas.

 

Para o administrador da BPI Gestão de Ativos, Manuel Puerta da Costa, a aquisição das Galerias Saldanha Residence “insere-se na prossecução da estratégia de gestão do Fundo Imobiliário BPI Imofomento, com um foco em ativos prime localizados nas zonas mais consolidadas de Lisboa do ponto de vista imobiliário”.

 

“É nas alturas de algumas dificuldades e incertezas como as que se viveram nos últimos meses que se encontram imóveis com um potencial de crescimento e valorização superior à média das valorizações de longo prazo no imobiliário”, explicou ainda.

 

Pedro Rutkowski, CEO da Worx, destacou a “excelente localização” do imóvel, inserido numa “zona consolidada tanto de serviços/escritórios como residêncial”.

Partilhar