NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A E-REDES gere 84.000 kms de redes elétricas de média e alta tensão.

A E-REDES, que gere 84.000 km de redes elétricas de média e alta tensão, estabeleceu uma parceria com a Hepta Airborne, para a utilização de drones na monitorização da rede elétrica.

 

“Este projeto reafirma o compromisso da empresa com o avanço da tecnologia e da sustentabilidade. A integração da tecnologia de drones no terreno é um passo significativo para melhorar os serviços da empresa e a segurança das operações”, afirma o subdiretor da Área de Gestão da Inovação da Direção de Inovação e Tecnologia da E-REDES, Ricardo Jorge Santos.

 

Os drones da Hepta Airborne recorrem à Inteligência Artificial para inspecionar visualmente as redes aéreas.

 

O CEO da Hepta Airborne, Henri Klemmer, sublinhou que a empresa pretende “reforçar a mais-valia do uso de drones para um diagnóstico de qualidade e suporte à rapidez das operações. Graças a um fluxo de dados eficiente, o software utilizado automatizou 70% do fluxo de trabalho manual em todas as operações realizadas em 18 países, melhorando simultaneamente a taxa de desconexão e a segurança na rede”.

 

A parceria entre a E-REDES e a Hepta Airborne contou com a intervenção da EIT InnoEnergy que identificou sinergias entre as duas empresas.

 

“Com a introdução das soluções avançadas da Hepta Airborne na E-REDES, foi possível acelerar a adoção da tecnologia de drones e Inteligência Artificial no setor da monitorização e manutenção da rede elétrica, aumentar a eficiência, reduzir custos e contribuindo para a segurança e fiabilidade do fornecimento de energia em Portugal”, disse o country Manager EIT InnoEnergy Portugal, Andreia Fernandes.

 

A E-REDES já deu início ao projeto GridDrone, que já permitiu a realização de inspeções abrangentes de mil km de redes de alta e média tensão nos distritos de Viseu e Coimbra.

 

Em O Jornal Económico

Partilhar