NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) informou esta terça-feira sobre os números da inflação que atingiram no mês de novembro valores não vistos desde 1996, há 25 anos.

A inflação na área da OCDE subiu assim para 5,8% nos 12 meses até novembro de 2021, alcançando máximos desde há 25 anos. A OCDE justifica esta subida com o escalar dos preços da energia que se situaram nos 27,7% no conjunto dos países membros.

 

Para além da subida do preço da energia, a OCDE diz que esta subida nos valores da inflação está também assente no aumento do preço dos alimentos, que registaram uma subida de 5,5% em novembro de 2021.

 

A Organização sublinha ainda que os EUA assistiram a um aumento acentuado da inflação, com uma subida de 6,8% em novembro. É preciso recuar a 1982 para se verificar valores semelhantes.

 

No que respeita a Portugal, este situa-se no grupo de países com a inflação mais baixa, cifrando-se nos 2,6%, abaixo dos valores médios da zona euro (4,9%) e da média da OCDE (5,8%).

 

A OCDE refere que se excluirmos os alimentos e a energia, a inflação anual subiu de uma forma mais moderada, para 3,8%.

Partilhar