NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O comércio externo da China registou um crescimento homólogo de 20,5% em novembro, de acordo com dados oficiais divulgados hoje.

A Administração Geral das Alfândegas da China indicou que, no mês passado, as trocas comerciais do país asiático com o resto do mundo ascenderam a 3,72 biliões de yuans (517 mil milhões de euros).

 

As exportações chinesas, denominadas em yuans, aumentaram 16,6%, em relação a novembro de 2020, para 2,09 biliões de yuans (289 mil milhões de euros).

 

As importações subiram 26%, ascendendo a 1,63 bilião de yuans (226 mil milhões de euros).

 

Em novembro, o excedente comercial do país asiático fixou-se nos 460,7 mil milhões de yuans (64 milhões de euros), uma redução de 9,2% em relação ao mesmo período do ano passado.

 

As alfândegas da China também divulgaram hoje os dados acumulados desde o início do ano: as trocas comerciais com o resto do mundo cresceram 22%, para 35,39 biliões de yuans (4,92 biliões de euros), em termos homólogos.

 

Entre janeiro e novembro, as exportações avançaram 21,8% e as importações 22,2%, face ao mesmo período do ano anterior.

Partilhar