NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A cidade ribatejana de Almeirim, a cerca de 90 quilómetros de Lisboa, vai ser a localização do grande centro logístico da rede de supermercados Mercadona para a zona Centro/Sul de Portugal.

Projecto, localizado no lote de cerca de 40 hectares, o equivalente a 56 campos de futebol, prevê um investimento de 180 milhões de euros e a criação de 700 empregos. O período de construção está estimado em 24 meses.

 

Actualmente a empresa valenciana conta com 25 lojas abertas em Portugal e emprega cerca de 2300 trabalhadores. Todos os supermercado situam-se na zona norte, na área da influência do Grande Porto

 

A Mercadona já tem outro centro logístico na Póvoa de Varzim, a norte do Porto, a partir do qual abastece as suas lojas nortenhas. No entanto, na informação divulgada, a Mercadona deixa clara a sua intenção de que este novo espaço se torne o seu "principal ponto de operação logística em Portugal". "Almeirim é uma localização estratégica, não só devido às suas boas ligações rodoviárias, por exemplo com a fronteira espanhola, mas também devido ao espaço disponível para o projecto a ser empreendido" – é referido.

 

O Centro Logístico de Almeirim vai ser o maior da marca em Portugal

 

O projecto inclui vários edifícios, tais como um armazém de embalagem, uma área de estacionamento para veículos ligeiros na área de embalagem e uma "área de instalações", onde se localizará a estação de tratamento necessária, tanques de água e uma subestação eléctrica. Além disso, o projecto inclui um armazém de frio, um armazém seco, uma área de estacionamento para veículos pesados, uma área de atracagem para veículos pesados e mais três áreas reservadas para futuras extensões. De acordo com o projecto, o centro logístico terá vários espaços verdes à sua volta e fará uso dos pinheiros da zona, que serão complementados pela plantação de sobreiros e outras distribuição ibérica  autóctones.

 

O gigante da distribuição na Península Ibérica está ainda na fase de avultados investimentos, mas antecipa a breve prazo a fase de retorno do capital aplicado.  As previsões de crescimento da Mercadona em Portugal refletem-se neste projecto de centro logístico, que reserva 630 lugares de estacionamento para veículos ligeiros e um parque de veículos pesados com 95 lugares de estacionamento, bem como 221 lugares de carga e descarga.

 

Em Janeiro deste ano, a administração da Mercadona aprovou "uma contribuição adicional de 400 milhões de euros" para a expansão em Portugal. Em 2020, o ano da pandemia, a empresa já havia injectado 220 milhões e 335 milhões no ano anterior.

 

Recorde-se que a Mercadona conta já com um Centro de Coinovação em Lisboa, localizado na Avenida Estados Unidos da América, e com uma área total de cerca de 2.400 metros quadrados. Depois da 25.º supermercado inaugurado no princípio do mês em Leça da Palmeira, a rede de distribuição espanhola irá inaugurar ainda este mês uma nova unidade do Porto e três outros até ao final do ano: Santa Maria da Feira, Felgueiras e Vila do Conde. Na zona sul, Montijo será a primeira grande aposta da rede de distribuição valenciana.

Partilhar