NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Espanha, França e Alemanha foram principais clientes entre janeiro e maio de 2022. Estados Unidos da América e Reino Unido os destinos que mais se destacaram fora da União Europeia.

As Exportações de bens em maio de 2022 cresceram 40,6 por cento face ao mesmo período de 2021, atingindo o valor absoluto de 7.455 milhões de euros. Segundo dados do INE, este foi o mês que registou o maior valor absoluto de exportações no ano de 2022.

 

Em valores acumulados, de janeiro a maio de 2022, as exportações de bens ascenderam a 31.836 milhões de euros, sendo Espanha o principal destino das exportações portuguesas de bens com uma quota de 26,2 por cento no total, seguindo-se França (12,7 por cento) e Alemanha (10,9 por cento).

 

Os Estados Unidos da América e o Reino Unido, com quotas de 7,2 por cento e 4,4 por cento, respetivamente, foram os principais clientes fora da União Europeia e o quarto e sexto em termos globais.

 

Espanha apresenta o maior contributo positivo para o crescimento global das Exportações, com um aumento de 22,6 por cento, seguindo-se os EUA, Alemanha e França.

 

A principal exportação foi de Veículos Automóveis (11,2 por cento do total), seguindo-se os Combustíveis Minerais (8,2 por cento) e as Máquinas, Aparelhos e Materiais Elétricos (7,4 por cento), sendo que os maiores aumentos registados foram em Combustíveis Minerais (73,6 por cento), Produtos farmacêuticos (71 por cento), Papel, Cartão e Obras de Pasta de Celulose (47,9 por cento) e Obras de Ferro Fundido, Ferro ou Aço (41,5 por cento).

 

Por sua vez, as Importações no mês de maio de 2022 alcançaram os 9.877 milhões de euros, pelo que o défice da balança comercial de bens foi de 2.421 milhões de euros em maio de 2022, aumentando 976 milhões de euros em relação ao mês homólogo de 2021, mas diminuindo 47 milhões de euros comparativamente a abril de 2022.

Partilhar