NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Em abril deste ano passaram pelos aeroportos nacionais 5,9 milhões de passageiros, um crescimento de 18,4% face ao mesmo mês do ano passado. Portela representa mais de 53% do tráfego e França é o principal país de origem.

O número de viajantes que passa pelos aeroportos nacionais continua a crescer, mantendo a tendência verificada desde o início do ano, e em abril atingiu os 5,9 milhões, um número que fica 18,7% acima do registado no mesmo mês do ano passado. Em média, desembarcaram diariamente à volta de 99 mil passageiros, acima dos 83,9 mil contabilizados em 2022 e, no total, aterraram nos aeroportos nacionais 20,5 mil aeronaves em voos comerciais.
 

Os números foram divulgados esta quarta-feira pelo Instituto Nacional de Estatística e mostram também um crescimento, ainda que ligeiro na carga, que, juntamente com o correio, somou 18,4 mil toneladas, mais 0,6% que em 2022. 

 

Estes valores estão também acima dos que se registavam antes da pandemia, com aumentos e 11% no passageiros e de 7,7% na carga relativamente a abril de 2019. 

 

Espanha é o principal país de origem dos passageiros que chegam a Portugal pela via aérea e também o principal destino dos voos que partem do país. Segue-se o Reino Unido e a Espanha. De acordo com o INE, nos primeiros quatro meses de 2023, Espanha e Itália registaram os maiores acréscimos face a igual período de 2022: +65,7% e +67,8%, respetivamente, nos passageiros desembarcados; +68,0% e +67,9%, pela mesma ordem, nos passageiros embarcados.


Refira-se, por outro lado, que em abril, 81,5% dos passageiros desembarcados correspondem a tráfego internacional, sendo que 2,4 milhões (69,8% do total) eram provenientes de outros países europeus. Do continente americano chegaram 7,9% do total de passageiros desembarcados, o que faz com seja esta a segunda principal origem. 

 

Se 2022 foi o ano da recuperação do pós-pandemia, 2023 está já claramente acima do período anterior ao covid-19 e desde janeiro que se têm verificado valores mensais de passageiros sempre em crescendo, sublinha o INE. Isso fez com que o tráfego acumulado nos aeroportos nacionais tenham também disparado. Contas feitas, de janeiro a abril o número de passageiros movimentados nos aeroportos nacionais aumentou 41,1% face ao mesmo período de 2022 e subiu 13,7% face a 2019. 

 

Lisboa, como já era de esperar, movimentou mais de metade do total de passageiros (53,1%), qualquer coisa como dez milhões, e cresceu 44,6% face aos primeiros quatro meses de 2022. O Porto concentrou uma fatia de 22,8% do total e também creswceu: mais 38,3% que no ano anterior. Faro cresceu 30,9%.

Partilhar