NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Entre os novos centros de serviços partilhados deste ano em Portugal, 26 são centros de tecnologias de informação.

Foi atingido um novo recorde nos investimentos de empresas estrangeiras para Portugal, que se deve em grande parte aos centros de serviços partilhados de multinacionais estrangeiras: foram 32 os que vieram para o país este ano, com EUA e Reino Unido no topo, segundo os dados da Aicep, noticiados pelo Público (acesso condicionado).

 

Olhando para a origem, a liderar os investimentos encontra-se então os Estados Unidos e Reino Unido com 25% e 19%, respetivamente, sendo assim os principais investidores. Segue-se a Suíça, com 13%, e Alemanha, Países Baixos, França, Suécia e Dinamarca completam o top com valores mais reduzidos.

 

Entre os novos centros de serviços partilhados deste ano em Portugal, 26 são centros de tecnologias de informação. “Na arena dos serviços partilhados, a automatização vai chegar a todo o lado. Já no que depende da análise humana, da ponderação multifatorial, Portugal tem um fator decisivo: talento”, defende Luís Castro Henriques, que deixará a presidência da Aicep no fim deste ano.

Partilhar