NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Área Metropolitana de Lisboa foi a região que obteve a melhor classificação, em termos globais, no Índice de Desenvolvimento Regional. A Madeira ocupa o terceiro posto, atrás do Norte, quando no ano anterior estava na quinta posição.

Os Açores é a região mais atrasada do país no Índice de Desenvolvimento Regional, em 2019, indicam os dados da Direção Regional de Estatística da Madeira (DREM).

 

A Área Metropolitana de Lisboa foi a região do país com o maior índice de Desenvolvimento Regional, no computo global, que inclui a junção dos índices de competitividade, coesão e qualidade ambiental, com 106,37.

 

Seguiu-se o Norte (99.40), e a Madeira aparece no terceiro posto com 97.29. Em seguida aparece o Centro com 97.02, o Alentejo (95.48), Algarve (93.08), e Açores (89.24).

 

Entre 2018 e 2019 a Madeira passou de 95.10 para os 97.29, e da quinta região do país para a terceira no Índice de Desenvolvimento Regional, enquanto que os Açores melhoraram ligeiramente ao passar de 89.04 para 89.24, mas mantiveram-se na última posição neste índice.

Partilhar