NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O grupo chinês de comércio eletrónico Alibaba e a suíça Richemont vão investir 300 milhões de dólares cada uma, na da compra de obrigações convertíveis da portuguesa Farfetch, de comércio online de moda de luxo. Já a Artemis reforça o investimento em 50 milhões de dólares. A Alibaba e a Richemont também vão investir 500 milhões de dólares (250 milhões cada) na Farfetch China.

O grupo chinês de comércio eletrónico Alibaba e a suíça Richemont vão investir 300 milhões de dólares cada uma, na da compra de obrigações convertíveis da portuguesa Farfetch, de comércio online de moda de luxo. Já a Artemis reforça o investimento em 50 milhões de dólares.

 

Um comunicado publicado no site da empresa liderada pelo português José Neves, diz que a Farfetch, Alibaba Group e Richemont formam uma parceria global para acelerar a digitalização da indústria de luxo.

 

Como parte da parceria global, a Alibaba e a Richemont vão investir 600 milhões de dólares (300 milhões cada) numa colocação privada de obrigações convertíveis em ações (convertible notes) emitidas pela Farfetch Limited. A Alibaba e a Richemont também vão investir 500 milhões de dólares (250 milhões cada) na Farfetch China, tendo uma participação combinada de 25% numa nova joint venture que incluirá as operações de mercado da Farfetch na região da China. Além disso, a Alibaba e a Richemont têm a opção de comprar mais 24% em conjunto da Farfetch China após o terceiro ano de formação da joint-venture. A Alibaba e a Richemont também irão explorar oportunidades adicionais para trabalhar em estreita colaboração com a Farfetch para fornecer serviços a marcas de luxo. Os investimentos da Alibaba e da Richemont na Farfetch China e o estabelecimento da joint venture devem estar  concluídos durante o primeiro semestre de 2021, sujeito às condições formais do closing.

 

Separadamente, a Artemis também concordou em aumentar seu investimento existente na Farfetch com uma compra de 50 milhões de dólares de ações ordinárias Classe A da Farfetch.

 

As notes têm maturidade até 15 de novembro de 2030, a menos que sejam previamente convertidas, resgatadas ou recompradas de acordo com os termos contratuais. Após a conversão, as notes serão transformadas em ações ordinárias Classe A da empresa.

 

O Alibaba Group e a Richemont podem exigir que a Farfetch recompre todas ou parte de suas respectivas notes a 30 de junho de 2026 a um preço de recompra igual a 100% do valor nominal das notes a serem recompradas, acrescido de juros acumulados e não pagos, se os houver. E a empresa não será capaz de resgatar as notes antes de 15 de novembro de 2023, exceto no caso de certas alterações na legislação tributária.

 

José Neves, fundador, presidente e CEO da Farfetch, disse no comunicado que “este anúncio é um grande passo na nossa missão de conectar os curadores, criadores e consumidores da indústria da moda de luxo. O investimento de 1,15 mil milhões de dólares [970 milhões de euros] na Farfetch do Alibaba Group, da Richemont e do Artemis é uma forte valorização da nossa posição como plataforma global de luxo”.

 

Os novos canais expandem o alcance da plataforma de luxo global da Farfetch para os 757 milhões de consumidores do Alibaba, oferecendo às marcas de luxo uma solução multimarcas por meio de uma única integração com a Farfetch.

 

A gigantesca Alibaba lançará canais de compras de luxo Farfetch no Tmall Luxury Pavilion e no Luxury Soho; e também investirá na recém-formada joint-venture Farfetch China e na Farfetch Limited. Também os joalheiros da Richemont investirão na recém-formada joint-venture Farfetch China e na Farfetch Limited, O grupo suíço também explorará oportunidades adicionais para trabalhar em estreita colaboração com a Farfetch, lê-se no comunicado.

 

A Farfetch e Alibaba também formaram um grupo de trabalho para aprimorar ainda mais a iniciativa LNR (Luxury New Retail), que visa liderar a digitalização da indústria global de retalho de luxo. O presidente da Richemont, Johann Rupert, e o presidente da Artemis, François-Henri Pinault,  juntar-se-ão à Farfetch e à Alibaba no grupo de direção da LNR como membros fundadores, aportando as décadas combinadas de liderança e experiência no setor.

 

O Goldman Sachs International actuou como Lead Financial Adviser e a Allen & Company LLC atuou como Financial Adviser da Farfetch.

Partilhar