NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Desde o final de 2021 que a AICEP está presente nos quatro mercados nórdicos – Suécia, Dinamarca, Finlândia e Noruega – coordenados por Estocolmo, com técnicos locais em cada um dos mercados.

No último plano estratégico da AICEP foi definida a abertura de novas Delegações na Finlândia e na Noruega, dependentes e coordenadas pela Delegação na Suécia. Estes mercados não são novos para as empresas portuguesas, muito menos para a AICEP que, com exceção de uns breves anos, sempre esteve fisicamente presente nos mesmos.

 

A importância dos mercados nórdicos não é uma novidade para as empresas portuguesas. Ao analisar o destino das exportações portuguesas de bens no ano 2000, encontramos estes mesmo países entre os principais clientes: a Suécia em nona posição, seguida da Dinamarca em 11ª e a Noruega em 12ª.  

 

Com o decorrer dos anos, estes mercados foram perdendo posicionamento para a economia portuguesa, a favor de mercados como os EUA, Angola, Brasil, Polónia ou Marrocos, contudo, nos últimos cinco anos, assistimos a um reposicionamento de alguns destes países e no final de 2021 a situação já era a seguinte: Suécia em 13º, Dinamarca em 16º, Finlândia 26º e Noruega em 32º, com taxas de crescimento interessantes. Se analisarmos globalmente os dados estatísticos das exportações a dezembro de 2021 a soma dos quatro mercados nórdicos posiciona-os como o oitavo cliente de Portugal.

 

Paralelamente, tem aumentado o número de empresas exportadoras de bens para estes países, com a exportação de serviços também a registar um crescimento constante. No que se refere ao investimento direto nórdico em Portugal, também assistimos a um crescente interesse em setores novos da economia.

 

Leia o artigo na íntegra na Revista Portugalglobal.

Partilhar