NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Evento mostra que a indústria nacional do têxtil, vestuário e confeção tem um caráter inovador em áreas tão distintas como a sustentabilidade, a indústria 4.0 e o e-commerce.

Cordeiro, Campos & Ca, Impetus, Buzina, Valérius, Fapomed e Barata Garcia foram os vencedores da quarta edição dos Prémios de Excelência Empresarial, uma iniciativa do Centro de Inteligência Têxtil (CENIT) em parceria com a Associação Nacional das Indústrias de Vestuário e Confecção (ANIVEC) para distinguir as empresas que mais se destacaram na indústria de vestuário e moda.

 

Os prémios foram atribuídos no passado dia 2 de dezembro, numa cerimónia apresentada por Sílvia Alberto, que reuniu empresários e associações da indústria têxtil, de vestuário e moda na Alfândega do Porto e contou com a presença do Secretário de Estado Adjunto e da Economia, João Neves.

 

"É muito fácil gostar deste setor. A indústria da moda é a aspiração do nosso comportamento, dos nossos valores, daquilo que queremos ser, de como os outros nos veem. Por isso, a indústria da moda é tão importante para nós e é tão importante para a nossa economia", apontou João Neves.

 

Nas categorias dedicadas aos indicadores económicos, a Fapomed, empresa especialista em artigos para a saúde, venceu pelo maior crescimento do volume de negócios e a Barata Garcia foi reconhecida pelo aumento das exportações. "Este prémio traz uma responsabilidade acrescida, para conseguirmos manter a competitividade e agressividade da nossa empresa", disse João Barata Garcia, administrador da empresa de confeção com sede em Barcelos. "É com muito orgulho que estou aqui hoje, não graças a mim, mas graças a uma equipa - trabalhamos com pessoas para pessoas", afirmou.

 

A Valérius ganhou na categoria de Maior Investimento, nomeadamente na construção da unidade de reciclagem têxtil Valérius 360, que permitiu que "a Valérius deixasse de ser uma empresa vertical para passar a ser uma empresa circular", sublinhou Patrícia Ferreira, CEO da empresa.

 

Nas restantes categorias, a Cordeiro, Campos & Ca venceu na área da Sustentabilidade, na Indústria 4.0 a vencedora foi a Impetus e a marca Buzina, que desfila na ModaLisboa, ganhou o prémio dedicado ao e-commerce.

 

Foi ainda atribuído um Prémio Especial ModaPortugal 2021 ao projeto que permitiu a criação e a concretização dos uniformes para o Pavilhão de Portugal da Expo Dubai, que juntou 11 empresas: Belcinto, Calvelex, Carité, Lameirinho, Marfel, Paulo de Oliveira, Polopiqué, Riopele, Trotinete, Twintex e Vandoma.

 

"É importante realizarmos um evento como este para destacarmos as melhores práticas empresariais nacionais em áreas tão distintas como a sustentabilidade, a indústria 4.0 e o e-commerce. Portugal tem uma indústria inovadora de excelência que merece ser distinguida publicamente numa cerimónia como esta", sublinhou Luís Hall Figueiredo, presidente do CENIT.

 

18 designers europeus competem em Portugal

 

Na mesma noite, decorreu a final do MODAPORTUGAL Fashion Design Competition, um prémio decidido por um júri internacional e com a presença das mais reputadas escolas de moda europeias. Entre os 18 designers a concurso, o grande vencedor foi o português Tiago Bessa, do Modatex Porto.

 

Por país, os vencedores foram Juha Vehmaanpera, da Aalto University (Finlândia), Mathieu Goosse, do Institut Français de la Mode (França), Paulo Mileu, da Polimoda (Itália), Claire Lefebvre, da Head Genève (Suíça) e Jessica Zhou, do London College of Fashion (Reino Unido).

 

Estes designers tiveram ainda a oportunidade de visitar as empresas Pedrosa & Rodrigues, RDD Design Centre, Riopele e o Valérius 360 Recycling Centre. A iniciativa tem como objetivo "valorizar o design de moda e o talento, mostrar aos novos talentos internacionais aquilo que fazemos e, acima de tudo, criar pontes para o futuro", afirmou Luís Hall Figueiredo.

 

Rejuvenescer a moda e as cidades

 

Já durante a tarde, o tempo foi de reflexão sobre o papel que a moda e as instituições de ensino podem ter na preparação do futuro da indústria e da própria sociedade. A conferência MODAPORTUGAL dedicada ao tema "Formação na Moda & Regeneração Urbana" juntou especialistas de organizações como a Parsons The New School ou o London College of Fashion para debaterem temas como a inovação e o ensino de moda, empreendedorismo e a forma como a moda pode contribuir para a regeneração dos centros urbanos.

 

"Pela qualidade das intervenções, pelo prestígio internacional dos oradores e pelo público presente, esta edição reforçou o posicionamento da Conferência MODAPORTUGAL como evento de referência na indústria têxtil, vestuário e moda nacional", avançou César Araújo, presidente da ANIVEC.

 

As três iniciativas integram os programas de ação dos projetos Global.MODAPORTUGAL 20/22 e IN-MODAPORTUGAL 4.0, cofinanciados pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional através do Programa Operacional Competitividade e Internacionalização, do Portugal 2020.

Partilhar