NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Presidente da Mobinov, Jorge Rosa, avisa que as universidades e politécnicos não estão a produzir talento suficiente para a indústria automóvel.

Promover a formação nas universidades e apostar na ligação ferroviária a Espanha. Estas são as duas prioridades do cluster automóvel Mobinov, que assinou, em abril, um pacto para a competitividade com o Governo e que pretende promover financiamentos para a indústria 4.0, capacitar recursos humanos e promover a negociação de legislação associada à circulação de veículos movidos por fontes de energia alternativas.

 

Em entrevista ao Dinheiro Vivo, Jorge Rosa, presidente da Mobinov, assinala que a maior transformação em Portugal na indústria automóvel vai ocorrer sobretudo nas unidades de componentes e não nas linhas de montagem.

 

Mais aqui

Partilhar