NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A apresentação das coleções de seis jovens marcas e criadores de moda e uma conversa sobre qual pode ser o impacto positivo daquela indústria abrem hoje a 53.ª edição da ModaLisboa, que decorre na zona do Campo de Santa Clara.

O arranque desta edição está marcado para as 17:00 no Palácio Sinel de Cordes, sede da Trienal de Arquitetura de Lisboa, com a apresentação das coleções de António Castro, Archie Dickens, Cristina Real, Federico Protto, Opiar e Rita Afonso.

 

Nesta iniciativa, de acordo com a organização, cada criador “escolhe uma forma de apresentar a coleção, que não encaixa nos moldes clássicos do desfile”.

 

O programa de hoje da ModaLisboa inclui também as ‘Fast Talks’, às 18:00, no Mercado de Santa Clara, em que vai tentar perceber-se “qual pode ser o impacto positivo da indústria da moda”.

 

“Tentamos perceber de que modo pode este setor pode ser responsável por uma mudança de comportamentos e atitudes que acompanhem as urgentes necessidades ambientais, sociais e éticas do planeta, evitando o seu desgaste e o aumento de problemas”, refere a organização.

 

Nesta discussão, moderada por Joana Barrios, participam o designer de moda Alfredo Orobio, um dos fundadores do coletivo Awaytomars, uma rede colaborativa que inclui “mais de 15 mil designer de 93 países”, a diretora de comunicação da Ecoalf, empresa de moda sustentável, que utiliza, entre outros, garrafas de plástico, pneus usados e redes de pesca na criação de coleções, Carolina Alvarez-Ossorio, a fundadora da plataforma Gooders, de marketing social, Eva Geraldine Fontanelli, e o fundador do projeto internacional de troca e sustentabilidade na Moda Global Fashion Exchange, Patrick Duffy.

 

As ‘Fast Talks’ também são de entrada livre.

 

A 53.ª edição da ModaLisboa, durante a qual são apresentadas coleções para a próxima primavera/verão, prossegue na sexta-feira nas Antigas Oficinas Gerais de Fardamento e Equipamento.

 

Até domingo serão apresentadas as coleções de, entre outros, Valentim Quaresma, Awaytomars, Nuno Gama, Patrick de Pádua, Ricardo Preto, Luís Onofre, Ricardo Andrez, Dino Alves, Constança Entrudo, Gonçalo Peixoto, Carlos Gil e Luís Carvalho.

 

O protoloco entre a Câmara Municipal de Lisboa e a Associação ModaLisboa, renovado em janeiro deste ano, prevê a realização de seis edições, e que a associação promova “ações que garantam o acesso dos vários públicos a este evento e a outras iniciativas da ModaLisboa”. Por isso, há iniciativas abertas ao público em geral.

 

O acordo prevê a cedência de espaços e contribuição e uma verba.

Partilhar