NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A instituição liderada por Kristalina Georgieva explica que o novo quadro, a entrar em vigor em janeiro de 2021, tem a duração de três anos e é prorrogável por mais um ano, até ao final de 2024.

O Fundo Monetário Internacional anunciou esta terça-feira que que o Conselho Executivo aprovou um novo quadro de três anos para uma nova ronda de empréstimos bilaterais, permitindo manter a capacidade total de empréstimo da instituição de um bilião de dólares.

 

A instituição liderada por Kristalina Georgieva explica, em comunicado, que o novo quadro sucede ao anterior, implementado em 2016, e é prorrogável por mais um ano, até ao final de 2024.

 

“Estes novos acordos irão ajudar a manter a capacidade de empréstimo do FMI de um bilião de dólares para os próximos anos, garantindo a capacidade de responder às necessidades dos membros”, realça a instituição.

 

O FMI explica que a decisão está integrada num pacote mais amplo sobre os recursos e a reforma  de governança, acordada pelos membros da instituição nas reuniões anuais de 2019.

 

Os empréstimos bilaterais são a terceira linha de defesa do FMI depois das quotas e dos “New Arrangements to Borrow”, devendo os últimos ser duplicados a 1 de janeiro de 2021.

Partilhar