NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As zonas mais rentáveis para alojamento local são a Avenida dos Aliados, no Porto, e o Chiado, em Lisboa, onde um apartamento com dois quartos pode render até 150 euros por dia, segundo um estudo da GuestReady, hoje divulgado.

Com base na média de valores cobrados em 200 estabelecimentos de alojamento local, localizadas em 26 zonas de Lisboa e do Porto, que são geridos pela empresa GuestReady e anunciados na plataforma Airbnb, o estudo apurou que "os preços nas zonas junto às estações de comboios são dos mais atrativos para os turistas" que visitam estas duas cidades portuguesas.

 

"Um apartamento com um quarto junto à estação de Campanhã (Porto) pode render em média 55 euros por dia, enquanto um alojamento semelhante perto da Estação do Oriente (Lisboa) chega a custar 75 euros", revelou a empresa de gestão de unidades de alojamento local.

 

De acordo com os dados analisados, que incidem sobre a oferta de alojamentos com um quarto e com dois quartos, a zona mais cara é a da Avenida dos Aliados, no Porto, onde apartamentos com um quarto custam, em média, 120 euros por dia e com dois quartos podem render até 150 euros por dia.

 

Na cidade Invicta, o estudo aponta, também, como zonas mais rentáveis a Rua Mouzinho da Silveira, onde apartamentos com dois quartos podem gerar até 140 euros por dia.

 

Segue-se a Estação de São Bento, onde unidades com dois quartos custam 135 euros por dia, a Rua de Santa Catarina, onde o preço médio de estabelecimentos com a mesma tipologia é de 120 euros por dia, e a Rua do Almada, onde pode render 100 euros por dia.

 

Em Lisboa, os proprietários de unidades de alojamento local podem gerar as receitas mais elevadas na Rua do Alecrim e na Rua Garret, ambas na zona do Chiado, onde apartamentos com dois quartos podem atingir o preço diário de 130 euros.

 

Segue-se a Avenida da Liberdade (125 euros), a Rua do Carmo (125 euros), a Rua Augusta (120 euros), a Rua da Prata (120 euros), a Rua do Ouro (120 euros) e a Avenida da República (120 euros).

 

Ainda na capital, as zonas da Avenida Fontes Pereira de Melo, do Largo Camões, da Praça dos Restauradores, da Estação do Oriente e do Rossio permitem obter receitas superiores a 100 euros por dia no alojamento local de apartamentos com dois quartos, segundo os dados do estudo.

 

Em relação às zonas mais baratas, o estudo indica aRua da Cedofeita, no Porto, com preços médios entre os 70 euros e os 85 euros para apartamentos com um e dois quartos, respetivamente, bem como a Avenida Almirante Reis e o Largo do Rato, em Lisboa, com valores médios entre os 70 e os 90 euros por dia, consoante a tipologia.

 

No âmbito da realização deste estudo, a empresa GuestReady decidiu criar uma versão inspirada no jogo de tabuleiro Monopólio, que visa "dar a conhecer quanto podem ganhar os proprietários de unidades de alojamento local nas principais áreas de Lisboa e do Porto".

 

A GuestReady é uma empresa internacional de gestão de unidades de alojamento local, que fornece serviços profissionais a investidores imobiliários, proprietários de casas e anfitriões da plataforma Airbnb no Reino Unido, França, Portugal, Emirados Árabes Unidos, Malásia e Hong Kong.

Partilhar