NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O ministro-adjunto Pedro Siza Vieira deslocou-se à Tailândia entre 6 a 10 de junho, para promover a cooperação económica entre os dois países, numa visita em que foi acompanhado do embaixador de Portugal em Banguecoque, Francisco Vaz Patto, e do delegado da AICEP naquele país, Pedro Aires de Abreu.

O governante português reuniu-se com o presidente da Federação da Indústria da Tailândia (FTI), Supant Mongkolsuthree, e oito membros do seu corpo diretivo cobrindo, entre outras, as áreas de Infraestruturas, TIC, Identificação e Codificação, Automóvel, Vidro, Farmacêutica, Impressão e Embalagem.

 

No encontro foram referidos o excelente relacionamento histórico e a ótima relação entre os dois países, bem como a complementaridade das duas economias, abrindo caminho para o incremento e fortalecimento do relacionamento económico bilateral e para a cooperação em diversas áreas tecnológicas e de inovação, nomeadamente através da aproximação dos centros tecnológicos industriais de ambos os países.

 

O ministro português apresentou alguns setores de interesse para os empresários tailandeses, como as plataformas logísticas em Portugal; os serviços de engenharia; o setor das energias renováveis e o know-how na área do ambiente. A nível administrativo, falou do programa Simplex.

 

Foi ainda manifestada abertura à realização de missões empresariais de ambos os países; designadamente de uma missão empresarial portuguesa à Tailândia no último trimestre deste ano e a reciprocidade de idêntica missão a Portugal, no próximo ano, de empresas tailandesas.

 

A importância do recente investimento tailandês em Portugal despertou o interesse dos associados da FTI sobre o nosso país, através da realização de uma palestra sobre o ambiente de negócios e as oportunidades em Portugal, e do seu potencial como plataforma para a União Europeia e uma porta para os países de expressão portuguesa.

 

A FTI é a maior organização do setor industrial da Tailândia, uma entidade privada que reúne os líderes industriais tailandeses e que visa promover o desenvolvimento socioeconómico do país. Os principais objetivos são representar os industriais tailandeses, tanto a nível nacional como internacional, para ajudar a promover e desenvolver empresas industriais, para trabalhar com o governo na criação de políticas nacionais e para oferecer serviços de consultoria aos seus membros. A sua estrutura inclui mais de 45 clusters e clubes do setor industrial.

Partilhar