NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Apesar da produção já ter retomado, a China continua a braços com algumas dificuldades na indústria automóvel e por isso está a ser desenhado novo pacote de incentivos.

Apesar da produção já ter retomado, a China continua a braços com algumas dificuldades na indústria automóvel e por isso está a ser desenhado novo pacote de incentivos.

 

O vice-presidente da indústria e da tecnologia, Xi Guobin referiu que ainda não há procura suficiente por automóveis depois do surto de coronavírus. A indústria automóvel é uma grande fatia do tecido industrial chinês e é alimentado pelas vendas do mercado interno. E como disse o ministro chinês, o país está a trabalhar na ajuda direta à liquidez das empresas.

 

Enquanto que a maioria do mundo vê a produção automóvel parada devido ao Coronavírus, a China está a regressar à normalidade com o reiniciar da produção, colaboradores de regresso ás fábricas, linhas de produção começam a fazer sair veículos e até em Wuhan, onde tudo começou, já está a voltar à normalidade.

 

Esta recuperação na China pode ser valiosa para as marcas chineses e para todas as outras que tenham produção na China, mitigando os problemas sentidos na Europa e nos EUA, além da Índia e América Latina.

Partilhar