NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O banco digital espanhol adquiriu 100% do capital da startup Aplazame com o objetivo de apostar no e-commerce.

O banco WiZink anunciou esta quarta-feira, 1 de agosto, a compra da fintech espanhola Aplazame, uma operação que visa a aposta no e-commerce, na melhoraria da resposta aos clientes e no avanço enquanto referência em soluções de pagamento flexíveis.

 

O banco especializado em crédito revolving, que opera em Espanha e Portugal, adquiriu 100% do capital da startup de financiamento automático para compras online, mas a Fintech continuará a operar como uma empresa independente, de acordo com a informação conjunta transmitida esta manhã à imprensa.

 

Fundada em 2014 e liderada por Fernando Cabello-Astolfi, a Aplazame combina um método de pagamento dividido integrado no checkout de lojas online e no sistema de caixa das tradicionais lojas físicas.

 

“A proposta da Aplazame encaixa-se perfeitamente no nosso perfil digital e na nossa filosofia de simplicidade, de facilitar o dia a dia do cliente. Embora o WiZink e a Aplazame continuem a operar como duas empresas independentes, esta compra é mais um passo para nos tornarmos numa referência em meios de pagamento flexíveis e reforça a nossa estratégia digital ao entrarmos no campo do e-commerce”, afirma Iñaki Perkins, CEO do WiZink.

 

Atualmente, a Värde Partners é o único acionista do WiZink, após a compra da sua participação de 49% no banco online ao grupo Santander. A gestora de carteira de fundos de investimento privados já detinha, há quatro anos, uma participação de 51% no WiZink.

Partilhar