NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Direcção-Geral das Artes (DGArtes) anunciou hoje, através do Diário da República, a abertura do concurso para selecção do projecto que irá representar Portugal na 17.ª Bienal de Arquitectura de Veneza, em 2020.

Um projecto de exposição e curadoria será seleccionado, através de um concurso limitado, para representação oficial portuguesa na Bienal de Veneza 2020, pode ler-se no aviso publicado hoje.

 

O apoio financeiro total é de 250 mil euros, mais 50 mil do que em 2017, quando foi selecionado o representante para o evento de 2018.

 

Este montante de apoio será atribuído mediante a seguinte distribuição: 151 mil euros em 2019 e 99 mil euros em 2020.

Os termos do aviso da abertura e todas as condições aplicáveis ao concurso estão disponíveis no Balcão Artes da página oficial da DGArtes.

 

De 23 de Maio a 29 de Novembro de 2020

 

Em 2018, o projecto do arquitecto Nuno Brandão Costa e do académico Sérgio Mah representou Portugal na 16.ª Bienal Internacional de Arquitetura, em Veneza. Nuno Brandão Costa e Sérgio Mah obtiveram a melhor classificação num concurso onde participaram sete equipas convidadas pela DGArtes.

 

A 17.ª edição da Bienal Internacional de Arquitectura vai decorrer, de 23 de Maio a 29 de Novembro de 2020, em Veneza, em Itália.

 

O presidente da bienal Paolo Baratta e o curador Hashi Sarkis anunciaram, na passada terça-feira, o tema “Como vamos viver juntos?” para a edição do próximo ano.

 

Como exposição internacional, a bienal vai explorar “o papel negligenciado do arquitecto enquanto promotor civilizado e protector do contrato espacial”, lê-se no ‘site’ do evento.

 

As obras de arquitectura estarão em exposição nos pavilhões do Giardini e do Arsenale, em Veneza.

Partilhar