NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Projeto europeu REACH procura preencher 30 vagas e apoiar empresas dedicadas a analisar e criar valor a partir de dados digitais criados em todo o mundo.

A parceria REACH pretende estimular o desenvolvimento, o acesso a financiamento e também a comercialização de produtos e serviços na área de dados. A primeira fase do processo está aberta e a organização procura preencher 30 vagas com soluções inovadoras baseadas em dados e que respondam a necessidades sentidas por diferentes empresas e setores de atividade.

 

O comunicado de imprensa salienta que se geram milhões de dados por segundo atualmente e que as previsões apontam para que, até 2025, a quantidade total de dados criados em todo o mundo aumente para 163 zetabytes.

 

Nesta primeira fase, apelidada de Exploração vão ser apiadas 30 empresas. As 10 startups que virem as suas ideias validadas passam à fase de Experimentação, dedicada ao desenvolvimento da versão simplificada do produto final. Os empreendedores contarão com a ajuda dos diferentes parceiros, organizados em dois grandes grupos: empresas responsáveis pela incubação e aceleração, onde está a portuguesa Bright Pixel, e as que vão fornecer dados para que as startups analisem e criem respostas, como a Sonae MC.

 

Benjamin Júnior, membro da direção da Bright Pixel, salienta que este consórcio fornecerá “não apenas dados com os quais as startups possam trabalhar, mas também acompanhará as empresas ao longo de todo o processo”.

 

A iniciativa vai decorrer nos próximos três anos e meio e dispõe de um orçamento de 3,5 milhões de euros, ao longo de três fases de candidatura. A organização disponibiliza mais informações aqui.

Partilhar