NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Líder europeia em madeira tratada, a empresa portuguesa Carmo Wood acaba de ser escolhida pela Câmara Municipal da Guarda para a construção dos Passadiços do Vale do Mondego. Avaliado em 1,3 milhões de euros, o projeto visa a instalação de um conjunto de passadiços de madeira num trajeto de extensão total de cerca de 11,5 km.

O trajeto desenvolve-se ao longo do Rio Mondego e de dois afluentes, o Ribeiro do Barrocal e o Rio Caldeirão, e divide-se entre caminhos existentes e passadiços entre as paisagens e declives da região.

 

Para a Carmo Wood, “além de uma grande honra, este é também mais um grande desafio para toda a equipa Carmo Wood e um reconhecimento da qualidade e expertise da nossa empresa na construção deste tipo de estruturas de grande porte e cujo acesso condiciona bastante os trabalhos. Depois dos Passadiços do Paiva, é um privilégio podermos erguer estes passadiços e ajudar a revelar alguns dos segredos mais bem guardados do Mondego”, afirma Jorge Milne e Carmo, presidente da Carmo Wood.

 

Líder destacado europeu nos produtos em madeira tratada, a Carmo Wood é composta por um conjunto de mais de 10 empresas, com sede em Portugal, e todo o seu processo de transformação, criação de produtos e desenvolvimento técnico é português. A Carmo Wood oferece uma vasta gama de produtos no território nacional e além-fronteiras, em setores tão distintos como a agricultura, mundo equestre, construção, turismo, lazer, segurança e telecomunicações.

Partilhar