NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As 21 empresas nomeadas na categoria Exportação traduzemos segmentos que mais se destacam nas exportações agroalimentares e que são, por ordem de importância, fruta, peixe, azeite, vinho e tomate. Setor já movimenta 20 mil milhões de euros.

Da vinha ao olival, das conservas de peixe aos frutos vermelhos, dos enchidos à nutrição animal, as 21 empresas nomeadas na categoria Exportação dos Prémios Notáveis - Agro Santander 2020 espelham o painel diversificado que é, cada vez mais, o setor agroalimentar português.


Depois da nomeação de mais de 50 empresas nas categorias de Inovação, Em- preendedorismo e Sustentabilidade, ao longo dos últimos meses, é agora a vez do Santander distinguir aquelas que têm contribuído para o aumento das exportações nacionais. A iniciativa do banco, em parceria com o Global Media Group, acontece num momento em que o setor agroalimentar vive um dinamismo ímpar, sendo responsável por um volume de negócios de mais de 20 mil milhões de euros.
"O setor tem contribuído em mais de 6% para o crescimento do PIB nos últimos cinco anos, exporta mais de 6,5 mil milhões de euros e já representa 10% das exportações", referiu Luís Castro Henriques, júri responsável pelas nomeações desta categoria.


O presidente da Agência de Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) acrescenta que "só o impacto no PIB destas exportações é de cerca de 4%".

 

Consulte o artigo.

 

Partilhar