NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As informações foram divulgadas pelos responsáveis da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) nos dois países, durante o evento Portugal Exportador, do qual o Jornal Económico é media partner.

As exportações das empresas portuguesas representaram um total de 34 milhões de euros para o mercado do Senegal e de 90,6 milhões de euros para Singapura.

 

Tiago Bastos, diretor de mercado da Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) no Senegal, referiu no painel ”Missão: Exportar e Diversificar’, do evento Portugal Exportador, do qual o Jornal Económico é media partner, que o “relacionamento de Portugal com o Senegal ainda não é muito relevante porque o escritório da AICEP foi aberto em 2019”.

 

Ainda assim, no ano de 2019, um total de 260 empresas portuguesas exportaram para o Senegal, naquele que é visto por Tiago Bastos, como “o mercado mais importante em África”. Já o valor das importações fixou-se nos 26 milhões de euros.

 

Face ao ano de 2018, registou-se um ligeiro crescimento no número de empresas portuguesas a exportar para o país africano, já que no ano anterior o número de empresas exportadoras era de 236. O Senegal foi em 2019, o 65º cliente de Portugal ao nível do mercado de exportações.

 

Os produtos mais exportados daquele país dividem-se entre os metais comuns (22%), máquinas e aparelhos (19,2%) e plásticos e borrachas (13,3%). Já os produtos importados, resumem-se somente à atividade agrícola (95,8%). “O Senegal é um país com boas oportunidades de mercado para investir em materiais de construção, no setor agroalimentar e nas infraestruturas de transporte de água”, afirma Tiago Bastos.

 

“Singapura é um mercado que precisa de ser explorado”

Neste painel dedicado à importância da diversificação da exportação esteve também presente Maria João Liew, diretora de mercado da AICEP em Singapura, país que em 2019 foi o 51º cliente de Portugal no mercado da exportação.

 

“Singapura é um mercado que precisa de ser conhecido e explorado dada a sua dimensão como país”, frisou a responsável. Em 2019, as exportações portuguesas para aquele país situaram-se nos 90,6 milhões de euros e as importações registaram um valor de 67,4 milhões de euros.

 

No total, 462 empresas exportaram de Portugal para Singapura em 2019, mostrando assim uma tendência de crescimento que se vem evidenciandos desde 2015, ano que exportaram do território nacional 393 empresas.

 

Os principais produtos exportados de Singapura são máquinas e aparelhos 61,5%, combustíveis e minerais 13,9%, produtos químicos 4,8%, veículos e outros minerais de transporte 3,8% e minerais e minérios 3,2%.

 

Já os produtos importados do país são compostos por combustíveis minerais 36,3%, máquinas e aparelhos 29,7%, produtos químicos 19,1%, plásticos e borracha 7,4% e instrumentos de ótica e precisão 2,7%.

Partilhar