NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A AICEP está a ultimar, em parceria com entidades universitárias, a criação da Academia Internacionalizar, destinada a ajudar as empresas portuguesas a exportar. O primeiro programa deverá ir para o terreno, no Porto e em Lisboa, já no próximo trimestre.

A Academia Internacionalizar é mais uma ferramenta criada para atingir o objetivo de até 2025 as exportações valerem 50% do PIB, definido no Plano Estratégico 2017-2019, apresentado por Luís Castro Henriques, que preside à AICEP desde abril do ano passado.

Os programas de formação que estão a ser desenhados contemplam não só a capacitação das empresas e empresários na vertente clássica da gestão mas também em skills especificas para a exportação.

No final do ano passado, o peso das exportações no PIB rondava os 43% , o que representa um crescimento significativo registado nesta década, já que antes de 2010 era inferior a 30%, mas ainda muito abaixo do valor médio dos nossos parceiros da União Europeia.

“Temos de nos focar nesta meta, que é a de mais rapidamente possível as exportações valerem metade do PIB,  um objetivo ambicioso porque implica que todos os anos elas cresçam sistematicamente pelo menos 2,5% acima do PIB”, explica Luís Castro Henriques, 39 anos, dos quais os últimos quatro no AICEP – antes de ser nomeado presidente foi vogal executivo, com o pelouro da captação de investimento na administração liderada por Miguel Frasquilho.

Partilhar