NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

São cada vez mais os sinais de um abrandamento económico, sobretudo na Alemanha. Primeiro-ministro diz que Portugal consegue amortecer choque.

António Costa garante que o país tem instrumentos suficientes para enfrentar uma eventual recessão na Europa. O primeiro-ministro aponta os fundos europeus, a capitalização das empresas e a abertura de novos mercados como algumas dos caminhos para fazer face a uma crise económica.

 

Num debate na última semana na Câmara de Comércio e Indústria, questionado sobre as soluções para as empresas, António Costa afirmou que "há duas dimensões": uma política, através da "ação externa do Estado" com a abertura de novos mercados e a segunda através dos apoios à internacionalização, com o trabalho da Agência para o Investimento e Comércio Externo (AICEP).

 

Leia a notícia na íntegra aqui.

Partilhar