NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

José Calixto, presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, foi um dos autarcas presentes na comitiva.

Uma missão de captação de investimento estrangeiro para o Alentejo liderada por José Calixto, Presidente da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, esteve na China entre 5 e 9 de Novembro no âmbito do projecto Alentejo Global Invest, promovido pela ADRAL – Agência de Desenvolvimento do Alentejo.

 

A missão decorreu nas cidades de Xangai, Ningbo e Hong Kong e visou a obtenção de investimentos estruturantes para a competitividade da região nos sectores da mobilidade, logística e portos, agrícola e agroalimentar e tecnologias da informação.

 

No dia 5 de Novembro, a delegação efectuou reuniões com a China Tianying, a Federação do Comércio e da Indústria de Xangai e a Câmara de Comércio Silk Road, visitou a feira China International Import Expo e teve um encontro de trabalho com o Ministro da Agricultura, Capoulas Santos, no Consulado Geral de Portugal em Xangai. No dia seguinte, a comitiva teve reuniões com a Câmara de Comércio de Ningbo, com a Ningbo Hangzhou Bay New Zone e com o Presidente da Câmara Municipal de Ningbo, Qiu Dongyao.

 

O dia 7 de Novembro foi preenchido com reuniões na Zona de Comércio Livre de Ningbo e no Porto de Ningbo, o maior do mundo em tonelagem de carga movimentada anualmente, de forma a estreitar relações comerciais com o Porto de Sines. O último dia em Ningbo incluiu a apresentação do Alentejo à administração do Centro Nacional de Alta Tecnologia Industrial.

 

No dia 9 de Novembro, a missão de captação de investimento estrangeiro para o Alentejo esteve em Hong Kong, onde reuniu com a empresa China Harbour Engineering Company, a NWS Holdings e a Orient Overseas international Limited, tendo também realizado uma sessão de networking com empresas locais na sede da InvestHK.

 

Além de José Calixto, integraram a comitiva os presidentes das câmaras municipais de Alcácer do Sal, Sines, Odemira, Santiago do Cacém e Grândola, da Comunidade Intermunicipal do Alentejo Litoral, da Comunidade Portuária de Sines e da Administração dos Portos de Sines e do Algarve, assim como por responsáveis da Universidade de Évora, da ADRAL, do AICEP Global Parques, da autarquia de Vendas Novas e da Caixa de Crédito Agrícola.

Partilhar