NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A produção automóvel mantém um forte dinamismo e até conseguiu resistir melhor do que os parceiros europeus à entrada em vigor das novas normas ambientais. Mas depende muito das componentes vindo do Reino Unido.

Uma saída desordenada do Reino Unido da União Europeia poderá causar ondas de choque no setor automóvel em Portugal e, por consequência, nas exportações nacionais. Em causa está o peso do conteúdo importado para a produção de veículos com origem em terras de sua majestade.

 

Mais aqui

Partilhar