NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Primeiro trimestre do ano ficou marcado por um "forte crescimento da margem financeira" do Bank Millennium, controlado pelo BCP.

O Bank Millennium, instituição polaca controlada pelo Banco Comercial Português (BCP), aumentou os lucros nos primeiros três meses do ano. Atingiu um resultado líquido de 37,3 milhões de euros, isto num período que, diz o banco, ficou marcado por um “forte crescimento da margem financeira”.

 

“O resultado líquido no primeiro trimestre de 2019 atingiu 160 milhões de zlótis (37,3 milhões de euros)”, um aumento de 3% face ao mesmo período de 2018, refere o BCP em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

A instituição detida em 50,1% pelo banco liderado por Miguel Maya revela que assistiu a um “forte crescimento da margem financeira”, que aumentou 14,6% face ao período homólogo. Isto apesar de as comissões terem caído 5,4% “devido a condições de mercado adversas”. Aumentaram 1% face ao quarto trimestre de 2018.

 

Os custos operacionais, por seu lado, “aumentaram 9% em termos homólogos, excluindo contribuições para o Fundo de Resolução e o Fundo de Garantia de Depósitos”.

 

Salientando a “elevada qualidade dos ativos e liquidez” do banco, que apresenta um rácio de transformação (crédito concedido em função dos depósitos dos clientes) de 81%, o BCP dá nota também dos “rácios de capital elevados, após retenção dos resultados de 2018”. O Bank Millennium apresentou um rácio de Capital Total (TCR) em 25,6% e o rácio de CET1 em 21,5%.

Partilhar