NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Dinamarca retirou hoje as restrições aos passageiros provenientes de Portugal, anunciou esta quinta-feira o ministério dos Negócios Estrangeiros português.

Segundo uma nota do gabinete de Santos Silva, a Dinamarca junta-se, assim a Grécia, República Checa, Hungria, Roménia, Bélgica e Países Baixos “no levantamento total ou parcial” de restrições aos viajantes.

 

Segundo o governo português, “estes factos corroboram o reconhecimento da transparência da informação fornecida [por Portugal] relativamente à evolução da situação epidemiológica, bem como da evidência da capacidade de resposta do Serviço Nacional de Saúde, que em nenhum momento deixou de garantir acompanhamento às pessoas infetadas com covid-19”, refere uma nota divulgada na tarde desta quinta-feira.

 

“Reconhecem também”, continua, “a evolução positiva da situação epidemiológica em Portugal, nomeadamente a capacidade para testar em larga escala, detetar os casos positivos, controlar a sua transmissão e tratá-los da forma mais adequada”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de 667 mil mortos e infetou mais de 17 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

 

Em Portugal, morreram 1.727 pessoas das 50.868 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

 

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

 

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

Partilhar