NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, ambiciona bater novos recordes na captação de investimento direto estrangeiro (IDE), e transformar o desafio da reinvenção do sector automóvel numa oportunidade, posicionando Portugal como um país liderante no segmento emergente dos carros elétricos e híbridos.

A Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP) bateu todos os recordes na captação e fixação de IDE em 2018. Que projetos destaca?

 

A AICEP, em nome do Estado, contratualizou incentivos financeiros e benefícios fiscais com meia centena de projetos para investirem €1150 milhões e criarem 4300 postos de trabalho. Foi o melhor ano de sempre em termos de contratualização. Mas também foi um ano muito bom para os projetos que não tiveram apoios para vir para Portugal. Dou-lhe os exemplos da Google ou dos centros de competências da Volkswagen para o digital e da BMW/Critical Software para o carro do futuro. No interior, destaco o reforço do investimento tunisino na Coficabe da Guarda ou francês na Faurecia de Bragança. E em Viseu, o terceiro turno da PSA de Mangualde.

 

Consulte a entrevista.

 

Partilhar