NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Estas 10 operações industriais em Portugal podem valer mais de 18600 postos de trabalho diretos. Muitas são de origem alemã.

São empresas portuguesas (de direito nacional), mas a esmagadora maioria é uma face relevante do investimento da Alemanha que produz em Portugal, sobretudo em setores de alta tecnologia (como o automóvel).
 
Escoam uma parte esmagadora da produção para fora, em forma de exportações. Segundo cálculos do Dinheiro Vivo sobre este grupo de 10 empresas, estaremos a falar de operações que envolvem mais de 18600 postos de trabalho diretos.
 
Em muitos casos, o maior mercado exterior é, justamente, a Alemanha, economia que atualmente está sob pressão crescente por causa das guerras comerciais (EUA vs. UE, EUA vs. China) e de eventos ainda algo obscuros em termos de forma e consequência, como a saída do Reino Unido da União Europeia (brexit).
 
Esta lista foi obtida junto da AICEP – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, que organizou e editou os dados procedentes do Instituto Nacional de Estatística (INE). São as dez maiores exportadoras a operar em Portugal que mais vendem para o mercado alemão. O sigilo estatístico a que o INE está obrigado não permite revelar o valor da faturação.
 
Bosch Car Multimedia
A fábrica da Bosch em Braga é das maiores exportadoras da marca alemã para a Alemanha. Produz sensores e multimédia para carros. Exporta 95% do total. O grupo tem 4800 trabalhadores em Portugal.
 
Continental Mabor Fábrica de pneus em Lousado, Famalicão. É também dos maiores exportadores de Portugal para a Alemanha. A marca fundada em Hanover, na Alemanha, emprega em Portugal cerca de 2100 pessoas e anunciou recentemente uma expansão de 100 milhões de euros.
 
Gabor Portugal Marca alemã de calçado, opera em Barcelos e emprega cerca de 1400 pessoas.
 
Preh Portugal Localizada na Trofa, esta empresa, também de origem alemã, fabrica equipamentos eletrónicos para automóveis, como painéis de bordo. Emprega 600 pessoas.
 
Grohe Portugal Sediada em Albergaria-a-Velha, é mais uma marca alemã que vende muito para a Alemanha. Fabrica torneiras, chuveiros e cerâmicas de casa de banho. Tem 900 trabalhadores.
 
Repsol Polímeros Operação do grupo espanhol Repsol no complexo petroquímico de Sines, onde fabrica plásticos. Dá emprego direto a 450 pessoas e indireto a mais de 500 prestadores de serviços, diz a empresa.
 
Schaeffler Portugal De origem alemã, este grupo tem uma fábrica de rolamentos e engrenagens para carros nas Caldas da Rainha. 500 trabalhadores.
 
The Navigator Company Sedeado em Setúbal, o grupo fabrica e comercializa pasta e papel. Faz parte da Semapa, um conglomerado industrial de origem portuguesa. A Navigator tem 3282 trabalhadores, segundo fonte oficial da empresa.
 
VW Autoeuropa É das maiores exportadoras do país e tem na Alemanha um dos seus maiores mercados. Esta fábrica da Volkswagen (marca alemã) está em Palmela onde emprega 3000 pessoas.
 
Delphi Automotive Systems Esta multinacional está em profunda reestruturação há anos. Segundo o Jornal de Negócios, no final de 2017, procedeu a uma separação (spin off) da Delphi Automotive Systems e abriu um Centro de Investigação e Desenvolvimento, em Braga. A nova empresa chama-se Aptiv. Em 2018, diz o mesmo jornal, a Delphi empregaria ainda “cerca de 1600 pessoas” nas fábricas de Braga, Castelo Branco e região de Lisboa. Fabrica componentes automóveis para marcas como Audi, Porsche, BMW, Ferrari, Volkswagen, Fiat, Volvo.

Partilhar