NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A edição 2018 do evento, que vai decorrer durante dez horas, vai centrar-se em “4 Países e 4 ‘Clusters’: Angola, Espanha, Estados Unidos da América e China.

A 13ª edição do ‘Portugal Exportador’, arranca esta quarta-feira às 9 horas, no Centro de Congressos de Lisboa. Este é um evento dirigido a PME portuguesas que estejam a iniciar ou a consolidar a sua estratégia de internacionalização e que pretendam estar em contacto direto com os grandes ‘players’ de vários sectores preponderantes da economia portuguesa e oportunidades de negócios e parcerias internacionais.

 

A organização do ‘Portugal Exportador’ deste ano prevê mais 1.500 visitantes profissionais, 150 oradores nacionais e internacionais, mais de 70 expositores, mais de 30 representantes de embaixadas acreditadas em Portugal, 20 ‘workshops’, 47 cafés temáticos, sessões de consultoria e ‘pitchs’, “a que se juntam entidades públicas, empresas de referência e ‘startups’.

 

Segundo o comunicado da organização, a cargo da Associação Industrial Portuguesa (AIP), a edição do evento, que vai decorrer durante dez horas, vai centrar-se em “4 Países e 4 ‘Clusters’: Angola, Espanha, Estados Unidos da América e China – mercados cujos desafios e oportunidades irão ser abordados em maior profundidade; construção, tecnologia (‘e-commerce’ e digitalização dos negócios), agroalimentar e automóvel serão os quatro ‘clusters’ em destaque.

 

O referido comunicado adianta que Lidl, Delta, Grupo Nuvi (de Angola), Grupo Bel, Riberalves, Grupo Recheio, Teixeira Duarte e Mota-Engil, Google, El Corte Inglés Science4You e Mitsubishi, são algumas das empresas presentes neste evento.

 

A sessão de abertura do ‘Portugal Exportador’ deverá contar coma presença de João Correia Neves, secretário de Estado da Economia e da Internacionalização, enquanto o encerramento da sessão deverá estar a cargo de Eurico Brilhante Dias, secretário de Estado da Internacionalização. O evento receberá ainda a visita de delegações do PS, PSD, PCP, CDS, BE e PAN, além da ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança.

Partilhar