NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O comércio externo de mercadorias de Macau atingiu 25,42 mil milhões de patacas (2,8 mil milhões de euros) no primeiro trimestre, numa subida de 0,5% relativamente a igual período de 2018, indicaram hoje as autoridades.

Segundo a Direção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), Macau exportou naquele período mercadorias no valor de 3,64 mil milhões de patacas (403 milhões de euros), mais 22,5% em termos anuais homólogos.

 

Em contrapartida, o valor importado de mercadorias cifrou-se em 21,78 mil milhões de patacas (2,4 mil milhões de euros), uma descida de 2,4% comparativamente ao primeiro trimestre de 2018.

 

Consequentemente, o défice da balança comercial alargou-se nos primeiros três meses do ano, alcançando 18,14 mil milhões de patacas (dois mil milhões de euros).

 

Em termos de destino, as exportações para a China atingiram 415 milhões de patacas (45,9 milhões de euros), menos 12,2% em termos anuais. A maioria das exportações teve como destino as nove províncias do delta do Rio das Pérolas, sublinhou a DSEC.

 

O valor de bens exportados para a União Europeia (UE) também desceu 3% naquele período.

 

Por outro lado, registaram-se acréscimos significativos nas vendas para Hong Kong (34,2%), Estados Unidos (62,9%) e para os países lusófonos (257,1%).

 

Do lado das importações, registaram-se descidas nas compras à China (3,3%), mas subidas nas compras à UE (1,2%), aos países de língua portuguesa (14,8%) e aos países ao longo da iniciativa "Uma Faixa, Uma Rota" (14,8%), com exceção para a região da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau, no sul da China.

 

Em 2018, O valor total do comércio externo de mercadorias em Macau correspondeu a 102,3 mil milhões de patacas, mais 17,4% face ao anterior.

Partilhar