NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) criou uma feira digital para apoiar os produtores, uma iniciativa resultante de uma parceria entre a CVRA, a Dott (Sonae) e os CTT.

Em comunicado, citado pelo Jornal Económico, a CVRA anuncia que “acaba de criar uma solução para apoiar os produtores e promover o aumento das vendas nacionais”, com o funcionamento de “uma verdadeira feira de vinhos online” até maio de 2021.

 

A instituição promotora dos vinhos alentejanos acrescenta ainda que a Feira Digital dos Vinhos do Alentejo “conta, numa fase inicial, com a inscrição de 19 produtores”, tendo-se estreado no passado dia 16 de novembro.

 

O comunicado refere que “todos os que pretendam comprar vinho alentejano de uma forma cómoda e segura, estarão, também, a apoiar a produção nacional deste setor”.

 

Francisco Mateus, presidente da CVRA, explica que “esta é mais uma medida que acionámos para promover o trabalho dos produtores de vinho do Alentejo e colmatar o impacto financeiro provocado pela pandemia de covid-19. Estamos todos juntos desde o início, a reinventarmo-nos e a criar soluções que permitam manter a preponderância dos vinhos da nossa região na economia nacional”.

 

Durante os seis meses da feira, “os produtores vão poder vender garrafas individuais ou ‘packs’, criar campanhas exclusivas e fornecer todas as informações sobre as particularidades dos néctares da região, nomeadamente no que diz respeito ao ‘terroir’, às castas ou ao ‘Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo (PSVA)’, uma iniciativa inédita no setor vitivinícola nacional”.

 

Note-se que todos os produtos em exibição na Feira Digital de Vinhos do Alentejo podem ser consultados e adquiridos em https://dott.pt/pt/page/vinhos-do-alentejo.

 

De acordo com a CVRA, “o Alentejo é líder nacional em vinhos certificados, com cerca de 40% de valor total das vendas num universo de 14 regiões vitivinícolas em Portugal. Com uma área de vinha de 22,9 mil de hectares, 30% da sua produção tem como destino a exportação para cinco destinos principais, designadamente Brasil, Angola, EUA, Polónia e China”.

 

Além disso, o Alentejo é “uma das duas únicas regiões do mundo que produz vinho de talha há mais de dois mil anos”, sendo ainda “detentor de uma iniciativa pioneira, o ‘Programa de Sustentabilidade dos Vinhos do Alentejo’, que tem como objetivo melhorar as práticas utilizadas nas vinhas e adegas, produzindo uvas e vinho de qualidade e economicamente viáveis”.

 

A Comissão Vitivinícola Regional Alentejana (CVRA) foi criada em 1989 e é responsável pela proteção e defesa da DOC [Denominação de Origem Controlada] Alentejo e da Indicação Geográfica Alentejano, certificação e controlo da origem e qualidade, promoção e fomento da sustentabilidade.

Partilhar