NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Os empreendedores selecionados terão de apresentar o seu projeto a um painel composto por mentores do programa de aceleração Global Enterpreneur Programme, a 6 de novembro.

A 6 de novembro, um autocarro típico do Reino Unido vai percorrer as ruas lisboetas para ouvir e descobrir as melhores startups que vão estar presentes na Web Summit. Tudo porque o governo britânico está à procura de empresas de base tecnológica inovadoras para integrarem o programa de aceleração Global Enterpreneur Programme (GEP) e está disposto a ouvi-las dentro de um autocarro vermelho de dois andares estacionado em Lisboa.

 

As inscrições para este programa estão abertas até 21 de outubro e são feitas através de um formulário online. Os empreendedores que forem selecionados terão de fazer um pitch do seu projeto a um painel composto por mentores do programa, como Shalini Khemka, presidente executiva da associação de empreendedorismo E2Exchange e uma das oradoras convidadas pela Web Summit.

 

As empresas que vencerem o desafio vão ser apoiadas através do GEP no Reino Unido, que nos últimos seis anos apoiou cinco projetos portugueses, incluindo a Adapttech, uma startup portuguesa que desenvolveu uma ferramenta para melhorar o processo de adaptação de próteses.

 

João Sebastião acrescenta ainda que esta, além de ser uma call europeia, “é uma oportunidade única para os empreendedores nacionais”, uma vez que a iniciativa decorre em Portugal, “um dos ecossistemas de startups mais vibrantes da Europa”.

Partilhar