NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Durante o primeiro ano de atividade, o fundo da Indico investiu 17 milhões de euros que se traduziram na criação de 600 postos de trabalho em Portugal.

A sociedade gestora Indico Capital Partners, de investimento em capital de risco, informou esta segunda-feira que terminou a angariação de dinheiro para o seu fundo, arrecadando 54 milhões de euros de 40 investidores de 12 países (gestores de fortunas, instituições de ensino, fundos de pensões, famílias e investidores individuais, entre outros) para investir em empresas de tecnologia disruptiva baseadas em Portugal.

 

Durante o primeiro ano de atividade, o fundo da Índico investiu 17 milhões de euros, o que permitiu a criação de 600 postos de trabalho nessas empresas. Das 1.200 empresas analisadas pela sociedade de Stephan Morais, Cristina Fonseca e Ricardo Torgal, durante 2019, nove foram selecionadas para investimento e, depois dessa injeção de capital, esses negócios geraram 205 milhões de euros de investimento total.

 

Recentemente, através da contratação de um venture capital espanhol, esta sociedade portuguesa (que criou o fundo Indico Capital Partners VC) anunciou a abertura de um escritório na cidade espanhola de Madrid

 

Em comunicado, Stephen Morais expressou “o seu agradecimento público aos investidores, em particular a muitos portugueses e estrangeiros que pela primeira vez acreditaram que a tecnologia Portuguesa com ambição global pode ser um bom investimento”. “Os resultados do fundo, que traduz o ecossistema nacional de alguma forma, só se conhecerão ao longo da próxima década, mas continuaremos a apoiar as empresas mais promissoras de Portugal prioritariamente e agora também as de Espanha”, diz o ex-administrador executivo da Caixa Capital.

Partilhar