NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A tradição mantém-se e o Conde D’Ervideira Reserva Branco volta a trazer uma medalha de ouro para o Alentejo, do Mundus Vini, na Alemanha. No total, este vinho já arrecadou mais de 20 medalhas de ouro, tendo uma delas sido a de melhor vinho branco do Mundo, também neste concurso, em 2017.

O concurso Mundus Vini foi fundado em 2001 por Meininger Verlag, na Alemanha, e é umas das competições internacionais mais importantes no setor dos vinhos. A 26ª MUNDUS VINI Spring Tasting 2020, que decorreu no mês passado, avaliou mais de 7.500 vinhos, um dos quais o Conde D’Ervideira Reserva Branco.

 

O Conde D’Ervideira Reserva Branco é um vinho resultante exclusivamente de uma vindima nocturna da casta Antão Vaz no seu perfeito estado de maturação, que depois da fermentação integral em barricas novas de Carvalho Húngaro à temperatura controlada de 12ºC durante mais de 30 dias, barricas estas que depois estagiam 6 meses com “batonage”.

 

“A receita é simples, ainda que todos estes detalhes sejam essenciais para a obtenção de um vinho único como este. Claro que a excelente qualidade da matéria-prima, das vinhas da Vidigueira, também conta para o resultado final. Só assim se garante a produção de um dos melhores vinhos brancos, do qual nascem 50.000 garrafas por ano”, comenta Duarte Leal da Costa, diretor executivo da Ervideira.

 

O Conde D’Ervideira Reserva Branco está disponível com um PVP de €12,50, nas principais garrafeiras de Portugal e nas Ervideira Wine Shop.

Partilhar