NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O ministro dos Negócios de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e o secretário de Estado da Internacionalização, Eurico Brilhante Dias, anunciaram na conferência Exportar Online que, pela primeira vez, vai ser lançado um concurso para apoiar exclusivamente as vendas digitais das PME portuguesas.

"Pela primeira vez", começou por dizer Eurico Brilhante Dias, como que a preparar a plateia para a novidade que se avizinhava, "vamos oferecer em julho vamos oferecer um incentivo exclusivo para internacionalização de PME para o retalho online." E o valor? "€40 milhões", avançou o secretário de Estado da Internacionalização.

 

O anúncio para empresas que exportam apenas no digital foi um dos pontos altos da conferência Exportar Online, organizada pela AICEP com o apoio do Expresso, e que colocou a tónica no comércio realizado em plataformas digitais e como este é essencial para a sustentabilidade da economia. "Temos que ser capazes de responder a esse embate", lembrou o governante, ao passo que a secretária de Estado do Desenvolvimento Regional, Maria do Céu Albuquerque, referiu que "o comércio eletrónico é cada vez mais um padrão de consumo."

 

Com uma chamada de atenção do presidente da AICEP: "o e-commerce não significa uma substituição dos canais tradicionais." Luís Castro Henriques falou de um sector com "desafios muito específicos", enquanto o Industry Head de Travel, Retail & Start Ups da Google, Nuno Pimenta, apontou que a estratégia tem que ser sempre bem pensada, sob pena de as PME darem um passo maior que a perna.

 

Trata-se de "um conjunto de novos conceitos que estão a desafiar a forma como as empresas pensam", garante Sérgio Alves Ferreira, director executivo da Ernst & Young e onde gigantes do retalho digital como o Amazon ou a AliExpress desempenham um papel essencial no sentido de aumentar a visibilidade. "Não é necessário ter uma produção em larga escala para vender" no mercado online, disse Alberto Abel Sesmero, Specialist Head of Marketplace e Online Expansion do AliExpress.

 

Já num painel moderado por Pedro Barbosa, consultor e professor da Porto Business School, que contou com Isabel Santos, marketing director da Castelbel, Luís Avides Moreira, administrador-adjunto da Ramirez e Raquel Ferreira, head of marketplaces da Zippy, as desafios da digitalização estiveram em cima da mesa, com Luís Avides Moreira a dizer que isso nem devia ser discussão. "Já vivemos online", atirou.

 

No fundo, o comércio digital é visto pelos principais atores do ecossistema financeiro como uma forma de ultrapassar os constrangimentos de um mercado pequeno e chegar a latitudes que há uns tempos não pareciam possíveis. "Temos que reduzir a dependência de empresas exportadoras de certos mercados", mencionou o ministro de

Partilhar