NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O Governo Regional dos Açores decidiu esta quinta-feira suspender todas as ligações aéreas e marítimas do exterior e entre as ilhas do arquipélago. A decisão foi tomada em conselho de governo, por videoconferência e abrange deslocações de passageiros, ficando exceptuadas as cargas.

Os Açores fecham-se assim a partir das 18 horas de hoje e pelo menos até ao dia 31 de Março, numa altura em que já há casos confirmados nas ilhas.

 

O Governo Regional dos Açores justifica a medida com a necessidade de «continuar a oferecer ligações para transporte de carga e para casos de força maior» uma vez que está a ficar comprometida a «capacidade operacional para dar cumprimento às Obrigações de Serviço Público, nomeadamente ao nível de tripulações suficientes, tendo em conta o cumprimento do período de quarentena a que estão obrigadas», pode ler-se no comunicado emitido pelo Governo Regional.

 

Para além disso, todas as ligações aéreas do exterior para os Açores, pela Azores Airlines também serão suspensas, «excepto os voos de transporte de carga ou casos de força maior, desde que devidamente autorizados pela Autoridade de Saúde Regional», lê-se na mesma nota.

 

O comunicado refere também que ficam ainda suspensas «as ligações marítimas de passageiros e viaturas da Atlânticoline entre todas as ilhas da Região, excepto as ligações de transporte de carga ou casos de força maior, desde que devidamente autorizadas pela Autoridade de Saúde Regional».

 

Desta forma a companhia aérea açoriana, SATA, vai suspender, a partir das 19 horas desta quinta-feira (18 horas nos Açores) e até ao dia 31 de Março, as ligações aéreas entre todas as ilhas, conforme assume em comunicado.

 

«Determinou, ao abrigo do Contrato de Concessão das Obrigações de Serviço Público de Transporte Aéreo entre as ilhas da região, suspender as ligações aéreas da SATA  Air Açores entre todas as ilhas da região, excepto os voos de transporte de carga ou casos de força maior, desde que devidamente autorizados pela Autoridade de Saúde Regional» explica a companhia aérea açoriana.

 

Medidas estas que fazem com que, a partir desta quinta-feira ninguém entra ou saia do arquipélago, com excepções apenas para o transporte de carga e alguns casos de força maior.

Partilhar