NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

A CAP — Confederação dos Agricultores de Portugal, para esclarecer as empresas do sector agrícola sobre o Brexit, promove o seminário “Brexit: Oportunidades e Desafios para o Sector Agrícola”, que terá lugar no próximo dia 29 de Outubro pelas 14h30 no Auditório da CAP, em Lisboa.

O Seminário, organizado pela CAP, juntamente com a Aicep – Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal e a Direcção Geral das Actividades Económicas do Ministério da Economia, tem entrada livre.

 

Este seminário, diz a direcção-geral da CAP, tem como objectivo prestar informação sobre toda a problemática do Brexit e contará com a intervenção especializada de representantes da Autoridade Tributária e Aduaneira e do Gabinete de Planeamento, Políticas e Administração Geral (GPPA) do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, que vão apresentar vários cenários relativos aos impactos aduaneiros e regulamentares do Brexit.

 

Estudo da CIP

Neste seminário, será apresentado pela EY-AM&M o estudo da CIP – Confederação Empresarial de Portugal “Brexit – as consequências para a economia e as empresas portuguesas”, estando também previsto um debate para discussão dos impactos sectoriais da saída do Reino Unido da União Europeia.

 

Destaque ainda para a presença do delegado da Aicep no Reino Unido, Rui Boavista Marques, e para a participação da Direcção Geral de Assuntos Europeus do Ministério dos Negócios Estrangeiros, que vão informar os participantes do seminário sobre o estado actual das negociações Brexit.

  

As negociações de saída da União Europeia por parte do Reino Unido (Brexit) prosseguem com um nível de incerteza elevado, apesar de a data prevista para a sua efectivação ter sido novamente adiada até 31 de Outubro de 2019.

 

O Reino Unido é o 4.º mercado das exportações portuguesas de bens e o 1.º mercado de exportações de serviços, importando analisar os vários cenários estimados para o desenlace das negociações, sobretudo no que diz respeito às implicações aduaneiras e pautais, mas também no que diz respeito às barreiras não alfandegárias.

 

Poderá consultar o programa e inscrever-se para este seminário aqui.

Partilhar