NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Com os hospitais e outras instituições de cuidados médicos a acusarem a falta de material de proteção, há quem responda de forma voluntária às necessidades, juntando a tecnologia à vontade de ajudar.

O Instituto Superior Técnico (IST) em Lisboa está a produzir viseiras impressas em 3D para entregar a hospitais e instituições que tenham falta de material de proteção no tratamento dos doentes infetados com COVID-19. A resposta surgiu de forma voluntária depois do aumento da necessidade deste tipo de materiais ser provocado pelo avanço da pandemia em Portugal.

 

Mais aqui

Partilhar