NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

Já arrancou a quinta edição do programa de estágios da Farfetch. As candidaturas para o Plug-In estão abertas até ao fim de Agosto, havendo 40 vagas disponíveis para recém-graduados nas áreas de Tecnologia, Produto e Data.

O programa de estágios remunerados tem a duração de seis meses, em contexto real de desenvolvimento de projectos, com um acompanhamento muito próximo de especialistas de diversas áreas da Farfetch, e tem data prevista de arranque em Outubro, nos escritórios da empresa em Lisboa, Porto e Braga.

 

«O Plug-In tem provado ser um meio privilegiado para os recém-graduados darem o salto entre o mundo de ensino e o profissional, num ambiente que os desafia a serem revolucionários e lhes dá uma perspectiva de negócio verdadeiramente global. Na Farfetch, vão aprender e participar no desenvolvimento de uma plataforma tecnológica, integrados em equipas internacionais, em áreas críticas para o nosso negócio e onde trabalhamos todos os dias em soluções disruptivas e de enorme valor, que estão a revolucionar a indústria da moda e o futuro do comércio online. Tudo isto com o apoio de mentores da Farfetch, que proporcionam momentos de aprendizagem ainda mais enriquecedores», refere Cipriano Sousa, CTO da Farfetch,

 

O Plug-In já recebeu 142 estagiários em quatro edições e tem uma taxa de retenção superior a 90%.

 

«Estamos à procura de perfis dentro das áreas de Tecnologia, Produto e Data, sendo muito importante que os candidatos demonstrem curiosidade para adquirirem novos conhecimentos, capacidade de adaptação a um contexto dinâmico, assumam o ownership do seu próprio desenvolvimento e que consigam trabalhar em rede num contexto informal, embora exigente», afirma Ana Sousa, VP People da Farfetch, garantindo o reforço da aposta da Farfetch no talento, mesmo numa altura de maior incerteza provocada pela Covid-19. «Não sabemos que restrições podem estar em prática daqui a cinco meses, mas estamos preparados para fazer o onboarding deste grupo de forma remota, caso seja necessário. Acima de tudo, vamos sempre dar prioridade ao bem-estar e à segurança física e psicológica das nossas pessoas, com respeito absoluto por todas as medidas impostas pelo governo e pelas autoridades de saúde», sublinha Ana Sousa.

 

As candidaturas podem ser feitas aqui.

Partilhar