NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

As candidaturas para a 4ª edição do programa “Dream Assembly” já estão abertas. “Sendo uma plataforma tem de ser capaz de ser ligada a outros negócios e alavancá-los”, refere Luís Teixeira, diretor da Farfetch Portugal sobre o negócio da tecnológica luso-britânica.

As candidaturas para a 4ª edição do programa de aceleração de startups promovido pela Farfetch já estão abertas. O próximo Dream Assembly deverá arrancar na primavera de 2020, mantendo-se focado em transformar o futuro da moda e do retalho. Em entrevista ao Jornal Económico (JE), Luís Teixeira, diretor da Farfetch Portugal, garante que a empresa vai manter o programa, apesar de as próximas edições ainda não estarem desenhadas em termos de temas e critérios.


“Este é um programa, para nós, muito importante. Pode-se fazer inovação de várias partes. Portanto, é um programa que quando o fazemos não fazemos com o intuito de vir a adotar o que essas empresas estão a desenhar desenvolver. Fazemos isto, em primeiro lugar, para dar a volta à comunidade, mas também para estarmos a par do que de melhor se faz em termos de inovação e abrirmos os nossos horizontes”, explicou o ainda Chief Operations Officer (COO) da Farfetch.

 

Segundo Luís Teixeira, os empreendedores colocam o unicórnio luso-britânico a pensar como podem redesenhar a sua plataforma para a indústria, de forma a que possa ser utilizada por cada vez mais canais distintos. “Sendo uma plataforma tem de ser capaz de ser ligada a outros negócios e alavancá-los”, refere o gestor ao JE.

 

A Farfetch considera que o Dream Assembly é um “projeto de sucesso”, quer ao nível da evolução das startups que se têm juntado ao programa quer no aprofundamento da relação que a empresa tem com elas. As sete startups selecionadas para esta 3ª edição (BECOCO, Brandpoint Analytics, Change of Paradigm, Inline Digital, Mirow, Personify XP e a portuguesa Springkode) foram recentemente recebidas pelo CEO em Londres.

 

“Ficámos muito entusiasmados por recebermos este grupo de empresas no programa Dream Assembly e por podermos partilhar o nosso conhecimento e a nossa experiência nas indústrias da moda e da tecnologia. Esperamos agora poder continuar a apoiar os nossos alumni à medida que eles vão continuando os seus caminhos”, disse José Neves, antes do mais recente Demo Day, que se realizou no início deste mês.

Partilhar