NewDetail

AICEP
Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal

CABEÇALHO

O evento que vai decorrer entre 6 e 9 de janeiro de 2021 será "uma experiência totalmente digital, que vai ligar expositores, clientes, líderes e jornalistas de todo o mundo".

A organização da CES, considerada a maio feira de tecnologia do mundo e que se realiza em Las Vegas, anunciou nesta terça-feira que vai ser 100% virtual no próximo ano, tendo em conta a pandemia de Covid-19 e as contínuas preocupações que levanta, explica o Cnet.

 

“Tendo em conta as crescentes preocupações com a saúda global motivadas pela  pandemia a saúde global e a disseminação do novo coronavírus, simplesmente não é possível garantirmos a segurança de dezenas de milhares de pessoas em Las Vegas, no sítio do evento, no início de janeiro de 2021, local em que se encontrariam para fazer negócios”, anunciou o presidente da Consumer Technology Association (CTA), que é responsável pela CES.

 

A organização tinha dito anteriormente que a edição de 2021 da CES continuaria a ser presencial, mas com mais experiências digitais e virtuais. Agora, o evento que vai decorrer entre 6 e 9 de janeiro será “uma experiência totalmente digital, que vai ligar expositores, clientes, líderes e jornalistas de todo o mundo”.

 

Shapiro refere que a tecnologia vai ajudar a manter o ADN do evento no digital, mantendo a comunidade unida. “Ao mudarmos para uma plataforma exclusivamente digital para 2021, podemos providenciar uma experiência única que vai ajudar os nossos expositores a ligarem-se às audiências que já conhecem mas também às novas”. Para 2022, o objetivo é manter o evento presencial.

Partilhar